sábado, 4 de junho de 2016

Suíça decide se todos os seus cidadãos receberão R$ 9 mil por mês sem fazer nada

(Marina Wentzel  BBC Brasil com R7)        Reprodução/BBC
Imagine receber todos os meses cerca de R$ 9.000 (2500 francos) do governo sem ter que fazer absolutamente nada. Sem trabalho, sem esforço, sem precondições, apenas dinheiro. Essa é a proposta que está sendo levada a um plebiscito público neste domingo (5), na Suíça.
Os eleitores do país vão decidir se desejam mudar o sistema social implementando uma renda mínima universal para todos os cidadãos, independentemente da riqueza de cada um. O valor substituiria outros subsídios e seria distribuído para todos os cidadãos e residentes no país. Para as crianças, o valor seria de R$ 2270 (625 francos).
A idéia não é nova — há 500 anos, o autor Thomas More defendeu a renda básica no livro Utopia, e projetos em escala regional foram testados em diversos países — mas a possibilidade de implementação incondicional, institucionalizada e em larga escala é inédita. A Suíça passaria a ser a primeira sociedade a desfrutar da prosperidade gerada pelo "dividendo digital", afirmam apoiadores do projeto.   (Leia mais;http://noticias.r7.com/internacional/suica-decide-se-todos-os-seus-cidadaos-receberao-r-9-mil-por-mes-sem-fazer-nada-04062016

Nenhum comentário:

Postar um comentário