quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Polícia investiga estupro de médica cubana dentro de posto de saúde

(Do G1 Caruaru)       (Foto: inlustrativa)
A polícia investiga o estupro de uma médica cubana - do programa Mais Médicos - dentro de um consultório do Posto de Saúde de Capoeiras, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a prefeita do município, Neide Reino (PSB), um assaltante teria invadido a unidade e cometido o crime. O caso divulgado nesta quarta-feira (3) ocorreu na segunda (1º).
Por e-mail, o G1 solicitou um posicionamento do Ministério da Saúde para saber se o órgão tomará algum tipo de medida com relação a este caso. Até a publicação desta matéria, não recebemos resposta.  Por telefone, o G1 conversou com a prefeita de Capoeiras, Neide Reino. Ela explicou como o caso aconteceu. De acordo com a gestora, a médica estava trabalhando no posto quando um assaltante invadiu o local. "Ele rendeu a médica e a técnica de enfermagem, e roubou os celulares delas. Depois ele trancou a médica no consultório e cometeu o crime", detalhou.

Ainda segundo a prefeita, o criminoso não foi reconhecido e não havia segurança no posto de saúde. A médica é casada, integrante do Programa Mais Médicos - do Governo Federal - e mora em Capoeiras, conforme informou a gestora.
"Nós já prestamos um boletim de ocorrência e levamos a médica para uma unidade de saúde para ela passar por exames sexológicos, que irão confirmar o estupro", falou Neide Reino. O delegado Flávio Pessoa disse que "não será repassada nenhuma outra informação por enquanto para não atrapalhar as investigações". (Link da postagem:http://g1.globo.com/pe/caruaru-regiao/noticia/2016/08/policia-investiga-estupro-de-medica-cubana-dentro-de-posto-de-saude.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário