quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Seca faz aposentada colocar casa à venda: 'vou sair para onde tem água'

(G1 Caruaru)          Aposentada colocou casa à venda após estiagem no Sertão de PE (Foto: Reprodução/TV Asa Branca)
Com os prejuízos provocados pela estiagem, a aposentada Francisca Lopes da Costa decidiu vender a casa onde mora em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco. Ela reclama da falta de água. "Antes eu tava pensando que nunca ia sair daqui, mas veio essa secona, eu vou sair para onde tem água", afirmou.

Francisca Lopes disse que a situação no Sítio Furquilha, zona rural do município, piorou há cinco anos e precisou levar o gado para uma propriedade com abastecimento de água. "[Antes não queria sair] porque achava bom aqui, tinha água, a cacimba nunca secou, a barragem nunca secou e agora secou tudo. Nunca mais tivemos nada aqui, só capim mesmo. Só a pastagenzinha", afirmou em entrevista à TV Asa BrancaJá Rosimário Rodrigues de Souza, preparou a terra para plantar milho, mas com a seca nenhuma semente germinou. "Quatro horas de trator, que deu em torno de R$ 400. E a gente plantou, por causa da seca não deu nada. Perdi tudo por completo. A situação é essa, na seca ninguém consegue nada", explicou o agricultor. 

A falta de chuvas provocou o colapso da Barragem de Jazigo, que abastecia a região onde moram Francisca e Rosimário. O reservatório tinha capacidade para 15 milhões de litros de água, mas secou em 5 de abril deste ano, segundo a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac). A barragem fornecia água para pequenas irrigações de cerca de 400 famílias. (continue lendo:http://g1.globo.com/pe/caruaru-regiao/noticia/2016/09/seca-faz-aposentada-colocar-casa-venda-vou-sair-para-onde-tem-agua.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial