segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Mãe é presa suspeita de estuprar e torturar filha de 7 anos

(Notícias Ao Minuto)

A suspeita permitia que homens, incluindo o próprio pai da criança, praticassem sexo com a menina 

PixaBay
Uma mulher de 44 anos, suspeita de estuprar e torturar sua filha de 7 anos, foi presa na noite este domingo (25) pela Polícia Civil do Rio. Autoridades da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV) ainda não informaram o bairro onde os crimes ocorreram.

Segundo o G1, no dia 5 de dezembro a suspeita teria levado a filha para uma unidade de atendimento médico, dizendo que a criança havia ficado ferida após uma queda. Os profissionais de saúde perceberam que os hematomas não eram compatíveis com o relato da mãe e acionaram a polícia.
No episódio, ela chegou a ser presa em flagrante por maus tratos. Após o delegado de plantão ter observado lesões sugestivas de abuso sexual na menina, o procedimento e as investigações foram encaminhadas para a DCAV.
No dia seguinte, após uma audiência de custódia, a mãe obteve liberdade provisória e passou a responder pelo crime em liberdade.
As investigações apontaram que a mulher deixava que homens praticassem sexo com a criança, entre eles, o próprio pai da menina e seu avô de consideração. Ainda de acordo com o jornal, eles também praticavam outros atos libidinosos e uma testemunha alegou que a menina tinha objetos inseridos no ânus. A análise médica confirmou a afirmação.
As provas reunidas permitiram que a delegada Juliana Emerique Coutinho decretasse a prisão da mulher. A suspeita, então, foi presa mais uma vez. A investigação continua em andamento para identificar outros abusadores envolvidos no caso. A menina segue internada, ainda sem previsão de alta.
A suspeita já havia respondido por maus tratos no passado, contra sua outra filha, hoje maior de idade e, em 2011, ela foi condenada por tráfico de drogas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário