sábado, 4 de fevereiro de 2017

Funcionária de fast food é presa por passar sangue menstrual em lanches de clientes

                                 (Foto: Reprodução/Facebook)
A adolescente Sky Juliett Samuel, de 18 anos, foi presa em Ohio (EUA) ao ser denunciada por passar sangue menstrual em lanches de clientes de uma rede de fast food em que trabalhava. Após a descoberta, a funcionária foi demitida da empresa e está enfrentando um processo criminal por servir intencionalmente comida contaminada. A pena pode chegar a 5 anos de prisão. 

De acordo com o jornal "The Dispatch", uma colega de trabalho contou à sua mãe que havia visto Sky passar sangue e saliva em um x-burguer que foi entregue a uma cliente. O gerente da franquia alegou que a demissão da adolescente nada tem a ver com a denúncia de contaminação. 
A cliente que acredita ter ingerido o lanche contaminado contatou a polícia no dia 10 de janeiro, 3 dias depois da prisão de Sky Juliett. 

Juliett e outro colega de trabalho "foram demitidos por violar as políticas da empresa que proibiam qualquer manipulação de alimentos", segundo porta-voz do restaurante. Mais dois funcionários que estavam trabalhando no momento do incidente foram afastados enquanto aguardam investigação. 

Sky Juliett deverá passar por uma série de exames para descobrir se seu sangue tem e pode passar alguma contaminação aos clientes.  (Redação/RedeTV!)

Nenhum comentário:

Postar um comentário